assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Bruno Gagliasso passa por cirurgia na tireoide; entenda a doença

Publicado em 16 de Dec de 2019 por Redação | Comente!

Saiba tudo sobre a tireoide, glândula em forma de borboleta (com dois lobos), que fica localizada na parte anterior pescoço



Texto Redação | Foto Divulgação

O ator Bruno Gagliasso, de 37 anos, foi submetido na última quinta-feira (12) a uma cirurgia na glândula tireoide. Segundo a assessoria de imprensa do artista, a cirurgia foi um sucesso e o ator passa bem.

Segundo a Sociedade Brasileira de endocrinologia, a tireoide ou tiroide é uma glândula em forma de borboleta (com dois lobos), que fica localizada na parte anterior pescoço, logo abaixo da região conhecida como Pomo de Adão (ou popularmente, gogó). É uma das maiores glândulas do corpo humano e tem um peso aproximado de 15 a 25 gramas (no adulto). Ela age na função de órgãos importantes como o coração, cérebro, fígado e rins. Interfere, também, no crescimento e desenvolvimento das crianças e adolescentes; na regulação dos ciclos menstruais; na fertilidade; no peso; na memória; na concentração; no humor; e no controle emocional.

É fundamental estar em perfeito estado de funcionamento para garantir o equilíbrio e a harmonia do organismo. Comparada a outros órgãos do corpo humano é relativamente pequena ela. É responsável pela produção dos hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina), que atuam em todos os sistemas do nosso organismo. Quando a tireoide não está funcionando adequadamente pode liberar hormônios em excesso (hipertiroidismo) ou em quantidade insuficiente (hipotireoidismo). 

Hipertireoidismo Se há produção de “combustível” em excesso acontece o contrário, o hipertiroidismo. Nesse caso, tudo no nosso corpo começa a funcionar rápido demais: o coração dispara; o intestino solta; a pessoa fica agitada; fala demais; gesticula muito; dorme pouco, pois se sente com muita energia, mas também muito cansada. Tanto no hipo como no hipertireoidismo, pode ocorrer um aumento no volume da tireoide, que chama-se bócio, e que pode ser detectado, através do exame físico. Problemas na tireoide podem aparecer em qualquer fase da vida, do recém-nascido ao idoso, em homens e em mulheres. Diagnosticar as doenças da tireoide não é complicado e o tratamento pode salvar a vida da pessoa.

 Nódulos de Tireoide 
Um dos problemas mais frequentes da tireoide são os nódulos, que não apresentam sintomas. Estima-se que 60% da população brasileira tenha nódulos na tireoide em algum momento da vida. O que não significa que sejam malígnos. Apenas 5% dos nódulos são cancerosos. O reconhecimento deste nódulo precocemente pode salvar a vida da pessoa e a palpação da tireoide é fundamental para isso. Este exame é simples, fácil de ser feito e pode mudar a história de uma pessoa. Uma vez identificado o nódulo, o endocrinologista solicitará uma série de exames complementares para confirmar a presença ou não do câncer.

Endocrinologista: O Dr. Gabriel Calabria está há 6 anos em Medicina, com residência na Clínica Médica do Hospital Adventista Silvestre e em Endocrinologia no IEDE - Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia Luiz Capriglione. Formado pelaUniversidade Estácio de Sá - UNESA e Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia Luiz Capriglione.



COMENTE!2