assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Cartilha A Culpa É Sua sobre obesidade infantil

Publicado em 14 de Oct de 2015 por Marília Alencar | Comente!

Campanha da Sociedade Mineira de Pediatria lança cartilha sobre obesidade infantil



Obesidade infantil

(Foto: Shutterstock)

A obesidade infantil no Brasil tornou-se um desafio para a saúde pública. Dados da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República mostram que 3 em cada 10 crianças brasileiras, com idade entre 5 e 9 anos, estão acima do peso. Se este quadro não for revertido, o Brasil poderá se tornar, dentro de alguns anos, um dos países com maior número de adultos obesos do mundo. Isso porque pesquisas como a da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que, do total de obesos em idade adulta, 85% já apresentavam sobrepeso quando tinham 5 anos. Junto com a obesidade vêm outras doenças crônicas, como a hipertensão, o diabetes, doenças cardiovasculares, entre outras. Mas, qual a melhor forma de enfrentar a obesidade na infância? 

Para o pediatra com área de atuação em Nutrologia, Hélio Fernandes da Rocha, a melhor forma combater a doença é a prevenção. “Não há no mundo inteiro ações efetivas de tratamento, que além de dificílimo e caro, é complexo. No Brasil, não existe estrutura nem legislação adequada para tratar obesos infantis graves. No mundo todo, o tratamento nas formas graves da doença não é efetivo, não atingindo nem 20% de sucesso. Portanto, a maneira possível de sucesso neste enfrentamento é a prevenção”, explica.

Campanha da Sociedade Mineira de Pediatria

Raquel Pitchon Reis, pediatra e presidente da Sociedade Mineira de Pediatria, apresenta a campanha de prevenção à doença que a entidade vem desenvolvendo e que mostra a importância educação. A ação preventiva e educativa conta com a cartilha "A Culpa é Sua", elaborada com o apoio da Sociedade Brasileira de Pediatria. 

A cartilha também está disponível em formato digital no site da SMP (www.smp.org.br) e no site Conversando com o Pediatra, da Sociedade Brasileira de Pediatria.



COMENTE!