assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Como proteger o coração

Publicado em 01 de Feb de 2013 por Leticia Maciel | Comente!

Aprenda com dicas de especialistas como previnir doenças do coração


  • Não exagere na comida

    Além e escolher bem o tipo de alimento que vai à sua mesa, é preciso acertar na quantidade na hora de fazer o prato. O excesso de calorias leva ao sobrepeso, à obesidade e a uma série de doenças crônicas, como a pressão alta e o diabetes, que fazem o risco cardiovascular disparar. Assim,é preciso garantir que estamos comendo exatamente o que o corpo precisa para funcionar. Contar com uma consultoria nutricional será um diferencial,porém, uma regra prática pode ajudar."Para determinar a quantidade ideal de carne vermelha, consuma o equivalente ao tamanho da palma da sua mão. O filé de peixe ou de frango pode ocupar a mão direita. Depois, basta adcionar 4 colheres (sopa) de arroz ou massa, 1 concha de leguminosas como o feijão e a lentilha e salada à vontade", indica a nutricionista de Sabor Integral Consultoria em Nutrição Paula Fernandes Castilho.

  • Consuma mais peixes

    Os peixes de água fria são ótimas fontes de ômega-3, gordura saudável que tem ação comprovada sobre a saúde do coração, já que contribui para reduzir os níveis de triglicédios e colesterol no sangue. "A consequência direta é o aumento da fuidez sanguínea e a redução da pressão arterial", diz Patrícia Bertolucci, nutricionista da PB Consultoria em Nutrição. Os peixes mais indicados e fáceis de serem encontrados por aqui são a cavala, a sardinha,o salmão,o arenque e o atum. Eles devem ser consumidos no mínimo duas vezes na semana, cozidos,grelhados ou assados.

  • Mantenha a pressão sob controle

    Ahipertensão aumenta a prevalência de AVC em 40% e de infarto em pelo menos 25%. Portanto, manter os níveis da pressão arterial abaixo de 14 por 9 contribui para evitar o desenvolvimento de lesões no coração e também em outros órgãos, como o cérebro, o rim e a retina. Mudanças nos hábitos alimentares muitas vezes são suficientes para ajudar a controlar a pressão, como tirar o sal da comida. Em geral, é importante fazer um acompanhamento médico para avaliações e controle da pressão arterial.Evite o estresse, o cigarro e o fumo passivo, o coração fica mais vulnerável à doenças quando passamos por momentos desconfortáveis repentinamente ou quando é contínuo. "O cigarro aimplesmente dobra a chance de sofrer de doenças cardiovasculares" alertam especialistas. Conviver com um fumante, também pode ser pefrigoso, o fumante passivo está exposto aos mesmos riscos que o ativo.

  • Abaixo o colesterol

    Essa gordura é tão importante para o organismo que é produzida independentemente da ingestão alimentar, é possível produzir hormônios e contruir a parede celular. Mas em execesso, o colesterol pode se acumular  nas paredes dos vasos, gerandoa aterosclerose. "Se isso acontece numa artéria coronária, pode ocorrer um infarto do miocárdio.Já numa artéria cerebral, pode ocasionar um AVC. Para previnir o problema, tenha uma alimentação balanceda, pobre em gorduras e pratique exercícios regulares. Mesmo comendo em restaurantes, é possível manter a alimentação saudável, dê preferências às carnes magras, como  filé-mignon, o peito de frango e os filés de peixes. Também vale escolher preparações cozidas ou assadas temperadas com ervas que, no geral, possuem menos sal. Na hora da sobremesa, escolha as preparadas com frutas, que contêm mais menos açucar e são mais saudáveis.

  • Aumente o feijão,diminua a batata

    O consumo de leguminosas, como o feijão, diminui o risco de problemas de pressão, reduz o colesterol total e o     LDL, o chamado colestero ruim. O grão é rico em fibras, em aminoácidos essencias que não são sintetizados pelo organismo humano e em substâncias antoxidantes, que contribuem para a melhorar a absorção de minerais e eletrólitos imprescindíveis para o controle da pressão arterial. O feijão pode ser conumido diariamente no almoço e no jantar. Uma concha do alimento em cada refeição é suficiente para trazer os benefícios apontados. A batata por outro lado, é rica em carboidratos que apresentam alto índice glicêmicoe, por isso, ao ser digerisa, aumnetam significativamente os níveis de insulina no organismo. com isso, o risco de o coração falhar aumenta muito. Caprichar no uso do azeite, aumentam os níveis de HDL colesterol, substância protetora do coração,o azeite contribui para a diminuição da chance do acúmulo de gordura ba região abdominal. Para tirar proveito,é preciso consumir 2 colheres (sopa) do ingredientre diarimamente, sempre à temperatura ambiente.

  • Turbine a fruteira

    As verduras e frutas de cores variadas são alimentos ricos em antioxidantes, substâncias que previnem a formação de placas nos vasos sanguíneos. "A cenoura, o tomate, a laranja, a uva roxa e as frutas vermelhas são ingredientes que não podem faltar no prato de quem se preocupa com a saúde do coração" garante a nutricionista Patrícia. O ideal é que tanto os vegetais quanto as frutas sejam consumidos diariamente, os primeiros nas duas refeições principais e as frutas no café da manhã e nos lanches.

  • Petisque a seu favor

    Na hora do happy hour, não é preciso se sacrificar e tirar tudo o que gosta do cardápio. Mas também não dá para exagerar. Antes de sair para uma comemoração desse tipo, a dica é de fazer uma boa refeição, dai, fica mais fácilse controlar com os petiscos e bebidas alcóolicas com as não alcóolicas. E,mesmo assim, dê preferência ao vinho que,de acordo com a nutricionista Paula Fernandes Castilho, é rico em revesterol, substância benéfica para o coração. "Para quem não bebe, vale substituir o refrigerante por um suco natural", aconselha Alessandra Almeida, nutricionista da clínica Andrea Santa Rosa. No mais, evite frituras e embutidos e aposte em combinações que levam mozarela de búfala, peito de peru e em torradas com patês de beringela e abobrinha, que são mais saudáveis.

  • Faça sempre exercícios

    Quem leva uma vida sedentária tem uma condição fisica pior e, consequentemente, o desempenho do coração de quem não pratica esportes também não é aquelas coisas. A falta de exercícios ainda contribui para a elevação da pressão arterial e para o acúmulo de gordura subcutânea, favorecendo a obesidade, o surgimento do diabetes, o aumento do colesterol e dos trglicerídios no sangue. Para se previnir, vale caminhar, correr,pedalar e nadar. As atividades aeróbicas são as responsáveis por aumentar a resistência e a capacidade cardiovascular. Para começar, passeie mais com o cachorro ou deixe o carro na garagem quando for fazer passeios curtos. Com o tempo, vá tornando esses passeios mais longos e frequentes. "O ideal mesmo é seexercitar cinco vezes por semana, pir 60 minutos", indica o cardiologista Mácio Kalil.

Texto:Rita Trevisan e Louise Vernier/Fotos: Divulgação/Adaptação:Letícia Maciel

Segundo o levantamento feito pelo Datasus , as doenças caridovasculares foram responsáveis pelo maior número de óbitos no País, chegando a responder por 28% das mortes. Os problemas mais comuns são os derrames, os infartos e a hipertensão arterial. "Tudo isso se deve ao estilo de vida moderno,que inclui sedentarismo, alimentação irregular e rica em gorduras e sal" explica o cardiologista e professor da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais  (FCMMG), Márcio Kalil. Veja quais são as dicas para proteger o coração de doenças e manter uma alimentação saudável.



COMENTE!