culinaria   / Vai um alho aí?

Alho negro: Veja as ventagens dessa variação e saiba como fazer na sua própria casa!

Essa variação é muito conhecida - e circulada - na Ásia, mas vem ganhando espaço na culinária brasileira por diversos motivos

VIVA SAÚDE Publicado quinta 1 outubro, 2020

Essa variação é muito conhecida - e circulada - na Ásia, mas vem ganhando espaço na culinária brasileira por diversos motivos
Alho - Karolina Grabowska

Você conhece o alho negro?

Antes de tudo, já vamos avisando que não se trata de uma espécie exótica de alho ou algo do tipo, mas sim uma variação em sua forma de preparo.

O alho negro é muito comum no continente asiático, principalmente na China, mas também é encontrado aqui em cápsulas de suplementos alimentares.

Por ser um processo trabalhoso, achar o alho negro (em espécie) no mercado, além de ser mais difícil aqui no Brasil, também possui um preço elevado.

+++ LEIA MAIS: Bicho de pé sem açúcar com apenas 3 ingredientes! Fácil e saboroso

DIFERENÇAS DO ALHO NEGRO

Bom, para começar, é preciso falar o porquê desse nome, apesar de parecer simples para algumas pessoas. 

O alho "convencional" é maturado, no qual seus bulbos (popularmente conhecido como os "dentes de alho") são assado por mais ou menos vinte dias, fazendo com que eles fiquem com a cor preta.

Agora você deve estar fazendo a pergunta "Mas para que ajuda todo esse processo?". Então, no final, além da cor, o alho perde aquela ardência característica, ficando com uma textura diferente e também mais adocicado.

Porém, quando falamos na parte nutricional, também tem seus benefícios! Isso porque, durante o processo, a alicina (proteína presente no alho) é convertida em S-Alil-Cisteína, ou SAC, como preferir.

Esse SAC é um poderoso antioxidante, tendo o dobro de eficiência em compraração com a alicina. Ou seja, o seu corpo conseguirá digerir cerca de duas vezes mais fácil os antioxidantes do alho negro do que o alho convencional.

Outros benefícios do SAC são o fortalecimento do sistema imunológico, melhora na saúde cardiovascular, auxílio na regulação da pressão arterial,além  de precavir o estresse oxidativo relacionado ao envelhecimento.

COMO FAZER

Antes de qualquer coisa, já vamos avisar que o procedimento requer muito cuidado, mesmo sendo, de certa forma, simples.

Isso porque, para fazer o alho negro de forma caseira, é preciso tempo. Muito tempo.

Para fazer, pegue uma panela elétrica e deixe no modo "aquecer" durante três semanas de forma contínua, ou seja, sem parar.

Mas como avisamos, é um processo que acaba sendo perigoso, de certa forma. Se for fazer, tome cuidado!

 

Último acesso: 26 Nov 2020 - 18:24:56 (441).