assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Alimentos que você deve comer todos os dias

Publicado em 24 de Nov de 2013 por Leticia Maciel | Comente!

Conheça os alimentos funcionais que consumidos todos os dias podem ajudar a prevenir doenças


  • Água de coco

    É um isotônico natural e rico em potássio. Quando uma pessoa transpira demais ou tem diarreia, perde uma quantidade grande do mineral, que deve ser reposto para evitar a desidratação e cãibras. É eficiente principalmente contra doenças do trato urinário. A água de coco é uma opção muito mais saudável que o refrigerante, cheio de açúcar e calorias vazias.

  • Alho

    É expectorante, reduzindo o muco, e também pode ser usado no tratamento de infecções do trato respiratório; é antialérgico e antibacteriano, diminui a pressão sanguínea e o colesterol. Ainda melhora o sistema de defesa e estimula a liberação de toxina. Tudo isso graças à alicina, seu principal princípio ativo, segundo confi rmou uma pesquisa realizada pelo Conselho Nacional de Pesquisa do Canadá. A alicina só não é boa para uma coisa: o hálito.

  • Aveia

    Se canja de galinha não faz mal a ninguém, aveia também não. É um alimento absolutamente saudável que pode ser consumido por qualquer pessoa por ser de fácil digestão e não provocar alergias. Leva vantagem sobre a canja quando o quesito é qualidade nutricional. Apresenta na sua composição cálcio, ferro, vitaminas e carboidratos. Há vários estudos comprovando que o consumo de aveia ajuda a controlar a glicemia, a pressão arterial e o colesterol.

     

  • Cebola

    Reduz o risco de ataque cardíaco, previne o câncer, mata bactérias, diminui o colesterol e combate fungos. Pesquisadores da Universidade de Berna, na Suíça, identificaram um composto, um peptídeo batizado de GPCS, com capacidade de reduzir a perda de massa óssea. 

  • Azeite

    A cada dia se descobre um novo benefício do óleo. Uma pesquisa da Universidade Harokopio, de Atenas, confirmou que a dieta rica em azeite tem impacto na saúde do esqueleto, principalmente feminino, ajudando a fixar os minerais essenciais para os ossos, como cálcio e fósforo. Entre seus talentos conhecidos estão a prevenção de problemas cardíacos, graças à gordura monoinsaturada, e a inibição da formação de tumores, ao diminuir risco de câncer de mama e pulmão.

  • Castanhas e nozes 

    São fontes de fitoesteróis, vitamina E, ácido fólico e minerais como selênio, manganês, cálcio e magnésio. Com esta composição baixam o estresse do organismo, auxiliam a redução do colesterol e triglicérides, diminuindo o risco de doenças cardiovasculares. Há estudos mostrando que consumir 60 g por dia, ou seja, 2 colheres (sopa) cheias, não tem impacto no aumento de peso, embora metade disso já seja sufi ciente para garantir os benefícios nutricionais.

  • Arroz integral

    É ótima fonte de vitamina E e minerais, como selênio, manganês, cobre e zinco. Por ser um carboidrato de baixo índice glicêmico, ajuda a manter os níveis de insulina mais estáveis, reduzindo os picos de fome e diminuindo os riscos de resistência de diabetes. Associado a isso, ajuda a reduzir a gordura abdominal e os riscos de doenças cardiovasculares. Ganha de longe, em termos nutricionais, do seu colega refinado.

  • Chocolate amargo 

    Sim, ele também está na lista! É o álibi que você precisava. O chocolate amargo contém epicatequinas, catequinas e procianidinas, substâncias com alto poder antioxidante. Mas tem de ser o meio amargo, que contém três vezes mais antioxidantes que o ao leite. A barrinha deliciosa tem também ácido esteárico, que reduz a absorção de colesterol e aumenta sua excreção. Isso tudo com o consumo de apenas 6,3 g por dia, o equivalente a dois quadradinhos de uma barra. Não exagere porque- além de pesar na balança- o consumo diário de 100g de chocolate aumenta a excreção de cálcio em quase 150%. O ideal é sempre escolher aqueles com mais de 70% de cacau. 

     

  • Cenoura 

    A batida piadinha que diz que coelho não usa óculos porque come cenoura pode ter um fundo de verdade. A raiz é rica em carotenoides, que ajudam a melhorar a visão. Um time de pesquisadores da Universidade de Newcastle, na Inglaterra, parece ter encontrado mais um motivo para comer esse alimento. Um pesticida natural da raiz foi capaz de reduzir o crescimento de cânceres em rato. O nome da substância com essa propriedade é falcarinol.

  • Chá-verde 

    É obtido a partir das folhas da planta Camellia sinesis, que contém polifenóis e catequinas, com efeito antioxidante e anti-inflamatório. Também inibe a formação de substâncias carcinogências. E, para quem não é sensível à cafeína, pode ter benefício até mesmo na redução da pressão sanguínea. Dá uma forcinha para quem está tentando emagrecer porque inibe a ativação chamada lipase intestinal, que atua na absorção da gordura. A melhor forma de preparar o chá é colocar uma colher da planta moída em 200ml de água fervente.  

     

Texto: Ivonete Lucirio/ Fotos: Fabio Mangabeira/ Adaptação: Letícia Maciel 

Revista VivaSaúde Edição 84



COMENTE!