Gatos que foram infectados por Covid-19 podem ser caminho para a vacina, segundo estudo

Desde que fora comprovado que os pets felinos podem, sim, contrair o novo coronavírus, de forma bem menos letal, a resposta do organismo deles pode ser uma chave para o desenvolvimento da vacina

VIVA SAÚDE Publicado quinta 1 outubro, 2020

Desde que fora comprovado que os pets felinos podem, sim, contrair o novo coronavírus, de forma bem menos letal, a resposta do organismo deles pode ser uma chave para o desenvolvimento da vacina
Gato - Pixabay

Há quem não goste muito, mas os gatos são uma verdadeira fofura, principalmente nos milhares de vídeos achados na internet. Mas sabia que esses felinos agora podem ter uma importância grande para a humanidade?

Pois é! Os gatos podem ser a chave para a tão falada (e desejada) vacina da Covid-19, segundo mostrou um estudo feito pela Escola de Medicina Veterinária da Universidade Estadual do Colorado, nos Estados Unidos, e publicado pela Pnas (Proceedings of the National Academy of Sciences).

+++ LEIA MAIS: Vai um "solzinho" aí? Falta de Vitamina D pode aumentar risco de contágio de Covid-19, segundo estudo

Isso porque os felinos mostraram uma resposta imune ao vírus da Covid-19, podendo servir como base de estudo animal para a vacina.

Vale lembrar que já foi comprovado que os pets podem contrair coronavírus (porém não desenvolvem a doença), mas ainda não há comprovações que indicam que eles possam transmitir para humanos.

"Os gatos desenvolvem anticorpos neutralizantes significativos e são resistentes à reinfecção, embora a duração da imunidade neles não seja conhecida atualmente. Isso pode ser um modelo útil para testes de vacinas subsequentes, tanto para vacinas candidatas humanas quanto para animais", concluiu a pesquisa.

Atualmente, a vacina para a Covid-19 está sendo testada e produzida em diversos países, com um foco maior na Rússia e na Inglaterra. A previsão é de que chegue na população geral em fevereiro de 2021.

Último acesso: 26 Nov 2020 - 18:49:14 (442).