assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Revista VivaSaúde de dezembro

Publicado em 16 de Dec de 2015 por Kelly Miyazato | Comente!

Saiba de todas as novidades da Revista VivaSaúde de dezembro preparada especialmente para você. Compre já a sua!



 

Revista VivaSaúde - Edição 152
À venda por R$ 10,90

Carne vermelha pode!
(mas dose as porções)

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que chegou a hora de controlar o consumo de carne processada. Isso porque ela está relacionada ao câncer colorretal, aquele que aparece no intestino. Encaixa-se nesse grupo toda carne preservada por meio de defumação, sal ou algum conservante artificial (presunto, bacon, linguiça, salsicha, salame e frios em geral). Mas como será a vida no Brasil sem a picanha, a linguiça, os cubos de bacon, cuidadosamente cortados para enfeitar o espetinho? E a feijoada? O sonho acabou? Bem, o fato é que já se sabia que a carne vermelha possui um componente que promove a formação de nitrito, que é cancerígeno. E a sua exposição a altas temperaturas leva à formação da amina heterocíclica, substância tida como modificadora do DNA e desencadeadora do câncer. A ordem é bastante clara. É preciso limitar o consumo de carne vermelha e evitar as processadas. Isso significa que a churrasqueira será usada sim, e o feijão preto terá acompanhamento. Porém, temos que ser mais criativos e moderados. A porção ideal dos bifes, segundo o American Institute for Cancer Research, equivale a quatro deles por semana, do tamanho de um hambúrguer. Perguntaram aqui na redação quais seriam os substitutos saudáveis dessas iguarias. A resposta é o frango e o peixe, as linguiças vegetarianas, além de fontes vegetais de proteína. Aposte nas fibras, em grãos integrais, frutas e vegetais, mantenha o corpo em movimento e não perca de vista a circunferência da barriga e a conta dos copos com bebida alcoólica. O sacrifício valerá a pena, pois 45% dos cânceres colorretais podem ser prevenidos. Boa leitura!

 

*Por Cristina Almeida | Adaptação Kelly Miyazzato.

 

*Clique aqui para comprar a Revista VivaSaúde de dezembro pela internet. 

 

 

 

 


 

 



COMENTE!