assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

7 dicas para evitar pedra no rim

Publicado em 18 de Aug de 2016 por Ana Carolina Gabriel | Comente!

Combater os cálculos pede maior atenção ao que se come e bebe. Uma vez equilibrada a dieta, a redução das crises é certa! Veja algumas dicas para evitar pedras nos rins


  • Reduza o álcool! A bebida alcoólica é uma inimiga da saúde em vários sentidos, até quando o assunto são os rins!Sua ingestão pode propiciar o surgimento de cálculos. “Porque pode levar a diminuir o líquido dentro do rim depois de algumas horas, o que favorece o aparecimento desse problema de saúde”, explica o nutricionista Gabriel Nunes. Portanto, se você tem medo de ter o problema, evite bebidas alcoólicas e mantenha-se bem hidratado quando consumi-las.

  • Beba muita água! O passo mais importante para a saúde renal é consumir muita água. “O estado de hidratação previne a precipitação e a cristalização de componentes que podem originar os cálculos, por evitar seu acúmulo nos rins ao manter a urina diluída”, diz a nutricionista clínica Clarissa Fujiwara (SP). Beba de dois a três litros de líquidos por dia. Para o urologista Moniz, metade dessa quantidade deve ser água. “Os outros líquidos podem ser outras bebidas que você gosta”, fala. Mas cuidado com os refrigerantes: eles podem conter minerais ruins para os rins.

  • Fique de olho no oxalato! O ácido oxálico é outro nutriente que causa pedras nos rins quando circula em excesso no corpo. “Por isso o ideal é reduzir o consumo de espinafre, ruibarbo, acelga, beterraba e, em concentrações menores,batata-doce e feijões”, lista Miguel Curto, membro da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran). O perigo desse nutriente é que ele se associa ao cálcio, formando o oxalato de cálcio, um sal que pode propiciar a formação de pedras renais.

  • Não tema o cálcio! Devido ao oxalato de cálcio, esse mineral acabou ganhando má fama entre as pessoas que têm um cálculo renal. “O cálcio compete com ácido oxálico nos intestinos,diminuindo sua ingestão e, geralmente, é o excesso de ácido oxálico que leva à formação dos cálculos”,explica o nutrólogo Curto.Ou seja, não é preciso evitar o leite e seus derivados!

  • Maneire no sal! Sabia que o sal é inimigo dos rins? “O elevado consumo de sódio faz com que a concentração de cálcio que os rins deverá filtrar aumente, elevando as chances de surgimento do cálculo”,explica o nutricionista Gabriel Cairo, pós-graduado em Nutrição Clínica pela Universidade de São Paulo (USP). O ideal é consumir 5 g de sal por dia, o que compreende os 2 g de sódio permitidos.Mas lembre-se: essa quantidade não corresponde apenas ao sal que se coloca na salada ou na batata frita. Há muito sódio nos alimentos industrializados. “Consulte os rótulos dos produtos como frios, embutidos, defumados e alimentos prontos”,lembra o nutrólogo Miguel Curto.

  • Invista nos cítricos! Frutas cítricas, como laranja,limão, mexerica, abacaxi entre outras, também ajudam a defender o rim da formação de cálculos. “A ingestão regular desses alimentos aumenta a presença de citrato na urina,que é um fator protetor para pacientes compre disposição à formação d epedras de oxalato de cálcio”, explica o urologista Moniz.

Texto Natasha Franco | Fotos Shutterstock | Edição web Ana Carolina Gabriel 

Revista VivaSaúde | Ed. 157



COMENTE!