assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Confira 14 maneiras de prevenir a virose

Publicado em 01 de Apr de 2016 por Luana Zanolini | Comente!

Evite a virose neste verão. Saiba como



Confira 14 maneiras de prevenir a virose

As causas das gastroenterites, as “viroses de verão”, se dão pela pior condição de armazenamento de alimentos, o calor excessivo e o maior contato com água, muitas vezes não tratada.

Para evitar que a virose te pegue de vez, confira 14 maneiras de prevenção.

- Mantenha as vacinas em dia.

- De olho no prato: Lave as mãos antes de manusear os alimentos e abra bem os olhos quando for comer fora de casa.

- Lave as mãos! “Sabe-se que lavar as mãos em excesso pode ressecar a pele, mas esse efeito pode ser diminuído com o uso de sabão neutro e hidratantes”, indica Ligia Pierrotti, médica infectologista do Delboni Medicina Diagnóstica (SP).

- Hidrate-se ainda mais!

- Melhore sua imunidade: “Ter uma vida equilibrada, dormir e se alimentar bem e fazer atividade física são medidas que ajudam a manter uma boa imunidade e a prevenir doenças”, conta a infectologista.

- Cuidado com as amizades. Atente-se ao compartilhamento de cobertores, travesseiros etc.

- Mantenha os alimentos, como carnes, ovos, hortaliças e queijos fresquinhos. Use recipientes próprios para isso e deixe-os refrigerados.

- Atenção aos utensílios domésticos. Nada de compartilhar copos e talheres.

- Lave suas roupas (vestimentas e de cama). Para garantir, lave-as duas vezes com água quente e, se possível, use cloro. E não se esqueça de usar luvas.

- Um pouco de chatice vai bem! Você pode trocar banhos em praias, rios e lagos que não estejam liberados pelas autoridades sanitárias por uma piscina segura, por exemplo.

- Atenção à qualidade dos alimentos. Alimentos gordurosos e com excesso de temperos, por exemplo, precisam ser evitados ao máximo, pois dificultam o processo digestivo.

- Esqueça sua “farmacinha”: a automedicação deve ser evitada sempre! Mesmo porque, pelos sintomas, é impossível saber se a infecção foi causada por vírus ou bactérias.

- Veja se você faz parte do grupo de risco. Idosos, crianças, pessoas com baixa imunidade, portadores de doenças crônicas, como diabetes, AIDS, insuficiência cardíaca ou renal, anêmicos, usuários de corticoide e transplantados de rim ou fígado estão mais suscetíveis.

- Deixe o parente doente em paz! Quando for cuidar dele, se possível, use uma máscara facial e sempre lave as mãos.

 

*Texto Leticia Ronche| Adaptação Luana Zanolini | Foto Shutterstock

 

Revista VivaSaúde | Ed. 153

Assine já e garanta 6 meses grátis de outro título

 



COMENTE!