assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Conheça os ácidos usados em tratamentos estéticos

Publicado em 10 de Aug de 2015 por Marília Alencar | Comente!

Compare os principais ácidos usados nos tratamentos estéticos e descubra qual é o melhor para sua pele



Adaptação web: Marília Alencar / Foto: Shutterstock 

Ácidos

(Foto: Shutterstock)

Para esfoliar a pele e descamar a cútis, o ácido ganha cada vez mais espaço pelos inúmeros de benefícios que prorpociona, como clarear manchas, induzir colágeno, amenizar cicatrizes, combater acnes, diminuir rugas, poros e, até mesmo, estrias. Com preço acessível e resultado rápido, a dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Angélica Pimenta, afirma que “dependendo do princípio ativo e da concentração utilizada, os ácidos são considerados a melhor solução para diversos problemas”. O inverno é o momento ideal para usá-lo, pois há uma menor exposição solar e chance de prejudicar a pele

Para entender melhor sobre os tipos de ácidos, que são usados em tratamento estéticos, listamos alguns deles e suas funções. Compare e descubra qual é o melhor para sua pele:

Xô, espinhas

O ácido azeláico combate a acne suave e moderada, pois possui propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias. É ótimo para eliminar manchas e clarear a pele. A Resorcina também é indicada em tratamentos contra acne, principalmente em peles oleosas. O ácido salicílico também é recomendado, já que possui ação anti-inflamatória potente, e assim, um resultado rápido.

Tudo mais claro

O ácido fítico possui ação anti-inflamatória, hidratante e antioxidante. É muito utilizado no clareamento de manchas hipercrônicas (são as mais escuras por haver excesso de melanina no local). Além dele, existe também o ácido kójico, um despigmentante natural que inibe a produção da melanina, substância que causa, além do bronzeado, as manchas. Ele tem ação antioxidante, prevenindo também o envelhecimento cutâneo.

Envelhecimento

O ácido fenol é utilizado em tratamentos rejuvenescedores, como peelings profundos. Atenua cicatrizes e apresenta os melhores resultados no rejuvenescimento facial por renovar a epiderme.

Rugas

O ácido glicólico é ótimo para reverter danos causados por cicatrizes de acne e ideal para diminuir rugas leves, sem muita profundidade, e marcas de expressão. Ele costuma diminuir o espessamento da pele, sendo muito utilizado no tratamento de envelhecimento, acne e estrias.

Mil e uma utilidades

O ácido hialurônico suaviza as rugas e linhas de expressão, diminui a flacidez, hidrata a pele e corrige cicatrizes de acne, além de olheiras vincadas. Usado no preenchimento cutâneo, ele completa o espaço entre as células, tornando a pele mais firme e uniforme.

Oleosidade

O ácido salicílico é um ativo eficaz para a diminuição da produção de sebo da pele. Ele tem ação de proteção contra as bactérias, promove a esfoliação, desobstrui os poros e afina a pele. Impede que espinhas apareçam na pele e promove a diminuição do tamanho dos poros. Deve ser evitado por pessoas de pele seca.

Melasma

O ácido mandélico tem ação despigmentante, sendo indicado no tratamento de melasma. Ele é mais indicado para peles oleosas, acneicas e morenas. Além disso, garante rejuvenescimento, diminuição de acne e poros abertos e melhora da textura da pele.

Top de linha

Com evidências científicas sólidas sobre sua eficácia, o ácido retinoico (tretinoína ou vitamina A ácida) é considerado um dos melhores quando o assunto é acne e envelhecimento. Ele tem propriedades que estimulam o colágeno, suavizando rugas e linhas de expressão, além de controlar a oleosidade e clarear manchas.

Maçã em favor da beleza

Proveniente da maçã, o ácido málico possui ações antioxidante, esfoliante, adstringente e hidratante. Ele é um ótimo aliado no clareamento de manchas, atenuação de rugas e regeneração da pele.

Nível hard

O ácido tricloroacético é bastante agressivo, utilizado exclusivamente em consultórios para peelings médios e profundos. Seu principal objetivo é combater rugas profundas e cicatrizes.



COMENTE!