assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Crescem casos de dermatites de contato em crianças

Publicado em 10 de Jul de 2015 por Marília Alencar | Comente!

Cada vez mais cedo, dermatites de contato estão aparecendo em crianças. Principais vilões são os produtos industrializados e bijuterias



Crianças sofrem com a dermatite de contato
(Foto: Shutterstock)

Popularmente conhecida como alergia da pele, a dermatite de contato é um problema de saúde que atinge as crianças cada vez mais cedo. A doença, mais comum em adultos, aparece através de anos de contato da pele com alguma substância que causa a inflamação do órgão.

Hoje, o uso de produtos industrializados, como perfumes, maquiagens, lenços umedecidos e tintas, além das bijuterias tem contribuído para o aparecimento de alergias em crianças. “É um problema que demora para aparecer, pois se desenvolve após anos de contato com determinada substância – que passa a irritar a pele. As crianças têm sido expostas muito cedo a esses alérgenos, desenvolvendo essa alergia cada vez mais cedo”, explica Annia Cordeiro Lourenço, dermatologista e diretora da Clínica da Pele Annia Lourenço.

Os principais sintomas da doença são coceira, vermelhidão e inchaço. Até mesmo algumas áreas do corpo que não estão em contato direto com a substância podem apresentar esses sinais. “Outro sintoma muito importante é a descamação da pele, que pode acontecer em áreas mais sensíveis, como a pálpebra, por exemplo”, afirma a especialista.

Para detectar a causa da alergia é realizado o teste de contato. Vários marcadores são colocados na pele do paciente e permanecem por 48 horas. Depois disso, são removidos e o local não deve ser molhado por outras 48 horas. Após esse período, são analisados os sinais para chegar ao resultado. 



COMENTE!