assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Novo tratamento para bexiga hiperativa

Publicado em 22 de Apr de 2015 por Marília Alencar | Comente!

Toxina botulínica do tipo A pode ser novo tratamento para bexiga hiperativa



Texto Sílvia Dalpicolo/ Foto: Shutterstock/ Adaptação: Marília Alencar 

Bexiga

(Foto: Shutterstock)

Foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) uma nova forma de uso da toxina botulínica do tipo A, conhecida nos tratamentos estéticos como o de rugas de expressão. Agora, a substância é indicada em casos de bexiga hiperativa, uma doença caracterizada pela vontade frequente em urinar. A bexiga do paciente tem o funcionamento alterado e passa a sofrer contrações involuntárias.

Assim, surge a vontade urgente e incontrolável de eliminar a urina, mesmo se a quantidade de líquido for pequena, resultando em casos de perda involuntária. A indicação da terapia utilizando o Botox® deve ser feita quando os resultados com medicação oral e fisioterapia não foram satisfatórios. O produto é aplicado diretamente na bexiga, pelo canal da uretra e os benefícios duram aproximadamente seis meses. O uso é restrito a adultos e, segundo os pesquisadores, não causa efeitos colaterais.

Revista VivaSaúde/ Edição 71



COMENTE!