assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Olho biônico recupera visão de pacientes cegos

Publicado em 16 de Sep de 2014 por Marília Alencar | Comente!

Entenda como funciona o "olho biônico". Ele promete recuperar a visão de pacientes cegos



Texto Ana Carolina Nogueira/ Ilustração: Alexandre Archanjo / Adaptação: Marília Alencar

Como funciona o olho biônico
(Foto: Ilustração: Alexandre Archanjo)

Um estudo realizado na Grã-Bretanha parece ter encontrado uma boa solução para deficientes visuais. Os cientistas criaram um mecanismo que promete devolver parcialmente a visão a pacientes cegos. No entanto, o aparelho ainda está em fase de testes, mas doze implantes já foram realizados no mundo. Dois deles, no Moorfields Eye Hospital, em Londres.

O “olho biônico” — como tem sido chamado informalmente — foi batizado de Argus 2 e é desenvolvido pela empresa americana Second Sight. O funcionamento do sistema consiste em uma câmera acoplada a um par de óculos e um implante de 60 pequenos eletrodos na retina do usuário, que servem como receptores de sinais. A câmera captura as imagens e uma unidade de processamento, que é aproximadamente do tamanho de um pequeno computador de mão e fica acoplada a um cinto, converte a informação visual em sinais elétricos.

Então, esses sinais são enviados de volta aos óculos e também a um receptor localizado embaixo da superfície da parte frontal do olho. Esse receptor, por sua vez, envia os sinais aos eletrodos na parte posterior do olho. Até agora, além dos dois pacientes em Londres, outras dez pessoas receberam o implante nos Estados Unidos e México, mas os testes clínicos ainda devem durar mais dois anos e serão realizados em países como Suíça e França. Caso sua eficácia seja comprovada, o Argus 2 pode ser comercializado, custando aproximadamente US$ 30 mil.

RevistaVivaSaúde/ Edição 61



COMENTE!