assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Portadores de diabetes devem ter cuidado redobrado com os pés

Publicado em 03 de Feb de 2015 por Marília Alencar | Comente!

Quando o pé está doente! Em diabéticos, feridas podem facilmente se transformar em problemas de difícil cicatrização, como as úlceras



Texto Marcela Carlini / Foto: Shutterstock/ Adaptação: Marília Alencar 

Pés

(Foto: Shutterstock) 

Algumas pessoas têm diminuição da sensibilidade dos pés ocasionada pela circulação sanguínea deficiente. É o caso dos portadores de diabetes, de hanseníase ou pessoas com problemas circulatórios. Devido ao problema, eles não percebem a dor ou o desconforto decorrente de pequenos ferimentos, que podem facilmente se transformar em feridas de difícil cicatrização (úlceras). Segundo o Ministério da Saúde, 5% dos indivíduos com diabetes são submetidos à amputação de um pé, e os pequenos ferimentos são as principais causas dessa cirurgia. “O alto nível de glicose no sangue pode causar lesões nos vasos, reduzindo a circulação sanguínea. Essa redução enfraquece a pele, causa ferimentos e dificulta a cicatrização”, explica o secretário-geral da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, Marcelo Araújo. Para evitar o agravamento, o principal conselho é inspecionar os pés em busca de possíveis lesões. Quando não percebidas pelo indivíduo, pode-se usar o espelho ou pedir a ajuda de outra pessoa. Nunca manipularcalos e feridas, não caminhar descalço e manter a pele hidratada são dicas para evitar lesões.

Revista VivaSaúde/ Edição 91



COMENTE!