assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Como cuidar dos dentes durante a gestação

Publicado em 23 de May de 2013 por Leticia Maciel | Comente!

Durante a gestação, algumas mudanças podem acontecer na saúde bucal. Saiba como cuidar dos dentes na gravidez



Texto: Fernanda Emmerick e Marcela Carlini/ Foto: Shutterstock / Adaptação: Letícia Maciel

As grávidas devem redobrar os cuidados com a saúde bucal para não ocorrer o parto prematuro.
Foto: Shutterstock

Durante a gestação acontecem algumas alterações no organismo, como enjoo e vômitos, ainda que tais sintomas sejam considerados processos naturais. A modificação também dos hábitos alimentares pode levar ao aparecimento de doenças bucais como periodontite, uma infecção nos ossos e nas fibras que os sustentam, e gengivite, que se trata de inchaços e sangramentos na gengiva, originando mau hálito, pus, amolecimento e mudança na posição dentária.

De acordo com Eduardo Rollo Duarte, professor doutor periodontista formado pela USP e especialista em Patologia Oclusal Funcional pela Universidade da Flórida (EUA), as grávidas devem redobrar os cuidados com a higiene bucal, já que isso pode elevar as chances de um parto prematuro. Além disso, ele garante que “a gengivite poderia contribuir para a morbidade e mortalidade neonatal, pois é uma infecção que pode provocar a perda óssea, ou seja, do osso onde estão fixados os dentes”. Essas Inflamações bucais geram substâncias que causam contrações no útero, o que pode antecipar o nascimento do bebê. Para evitar a inflamação, alguns cuidados devem ser tomados. A prevenção ideal é que a mãe faça visitas regulares ao dentista.

 

Dicas de como cuidar dos dentes na gravidez

1. Vá ao destista periodicamente para prevenir o aparecimento de cáries e a ausência de cálcio.

2. O aumento das cáries nas gestantes ocorre devido a alterações nos hábitos alimentares (dieta mais rica em carboidratos e a ingestão de alimentos em intervalos menores), o que contribui para a formação da placa bacteriana.

3. Não é recomendado o uso de antissépticos bucais, pois são produtos químicos que devem ser utilizados apenas sobre a supervisão de um cirurgião-dentista ou do médico responsável.

4. A língua deve ser higienizada, pois é nessa região que as bactérias ficam alojadas. A limpeza deve ser feita diariamente com um higienizador específico e não com escovas. Por serem muito altas, elas podem provocar enjoo na futura mãe.

 

 

Revista VivaSáude Edição 101