assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Como prevenir as quedas na terceira idade

Publicado em 04 de Nov de 2013 por Ingrid Tanii | Comente!

Uma alimentação à base de verduras, frutas, legumes, carnes magras, leite e derivados e grãos melhora muito a saúde do idoso e ajuda na prevenção de quedas. Confira



Texto: Regina Dell’aringa/ Foto: Reprodução/ Adaptação: Ingrid Tanii

     O problema da queda de idosos é tão sério que está sendo considerado uma epidemia

                                                             Foto: Reprodução

A visão já não é mais a mesma, os braços não têm aquela força, as pernas parecem não aguentar mais o peso do próprio corpo e certo desequilíbrio fica a perturbar o tempo todo. De repente, quando menos se espera, dentro de casa mesmo, um passo em falso, um escorregão, a simples dobra do tapete e, pronto, vai-se ao chão estatelado e, em geral, como resultado, uma fratura, que poderá acabar em cirurgia e, muitas vezes, até levar à morte.

O problema da queda de idosos é tão sério e vem crescendo tanto que está sendo considerado uma epidemia. De acordo com os dados mais recentes do Ministério da Saúde, o número de internações de idosos em decorrência de fraturas causadas por quedas aumentou mais de 30% nos últimos anos. Os custos para quem cai são incalculáveis. E o sofrimento se estende a toda à família, na medida em que o idoso que fratura um osso acaba hospitalizado e, frequentemente, é submetido a tratamento cirúrgico.

Saiba como prevenir as quedas com a alimentação

Uma alimentação à base de verduras, frutas, legumes, carnes magras, leite e derivados e grãos melhora muito a saúde do idoso e ajuda na prevenção de quedas. Os embutidos, frituras e gorduras em geral devem ser evitados, enquanto a atenção especial deve ser dada a alguns nutrientes:

- a necessidade de proteína aumenta para 1 g a 1,25 g por quilograma de peso

- a suplementação de cálcio e vitamina D reduz o risco de fraturas e aumenta a densidade óssea

- a baixa ingestão de alimentos ricos em vitaminas C e B2 pode resultar em memória fraca

- mudanças metabólicas podem afetar o status das vitaminas B12, B6 e ácido fólico, e uma suplementação adequada previne o declínio cognitivo associado com a idade

- o sistema imunológico é reforçado com a adequada ingestão de proteínas, vitamina E e Zinco

- o risco de desidratação aumenta com a idade, então é preciso estimular a ingestão de líquidos.

Revista VivaSaúde Ed. 63



COMENTE!