assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Consequências da perda de audição em idosos

Publicado em 05 de Oct de 2014 por Marília Alencar | Comente!

Confira 8 consequências da perda de audição em idosos, segundo a Sociedade Brasileira de Otologia



Texto Janete Tir/ Foto: Shutterstock/ Adaptação: Marília Alencar

Perda de audição
(Foto: Shutterstock)

A perda de audição no idoso, segundo a Sociedade Brasileira de Otologia, implica em:

1. Redução na percepção da fala em várias situações e ambientes acústicos. Piora em ambientes ruidosos.

2. Na maioria das vezes, está associada a um zumbido, o que piora o problema.

3. O idoso ouve o que a pessoa está falando, mas não entende.

4. Alterações psicológicas, como depressão, embaraço, frustração, raiva e medo, causados por incapacidade pessoal de comunicar-se com os outros.

5. Isolamento social, e a interação com a família, os amigos e a comunidade fica seriamente afetada.

6. Incapacidade auditiva em igreja, teatro, cinema, rádio e TV.

7. Intolerância (irritação) a sons de moderada a alta intensidade (principalmente os agudos). Se a pessoa fala baixo, o idoso não ouve; se ela grita, o incomoda.

8. Problemas de alerta e defesa, como a incapacidade para ouvir pessoas e veículos aproximando-se, panelas fervendo, alarmes, telefone, campainha da porta, anúncios de emergências em rádio e TV.

Revista VivaSaúde/ Edição 67



COMENTE!