assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

5 mitos sobre os alimentos termogênicos

Publicado em 13 de Jun de 2014 por Ingrid Tanii | Comente!

Não há garantia de que esses alimentos terão uma ação relevante na quebra de gorduras. Confira o que é mito!



Texto: Natasha Franco / Foto: Shutterstock / Adaptação: Clara Ribeiro

          O pimentão possui função termogênica, assim como o gengibre e a pimenta malagueta

                                                           Foto: Shutterstock

Café, chá-verde e guaraná são exemplos de bebidas com a função termongênica. Em porções maiores, pimenta malagueta, gengibre e pimentão.

1. É verdade que alguns alimentos têm substâncias que aumentam a temperatura do corpo e com isso aumentam nosso gasto calórico, mas essa ação não é tão expressiva na perda de peso.

2. Não há garantia de que eles terão uma ação relevante na quebra de gorduras, apesar de poderem, sim, colaborar para essa redução.

3. Mesmo sendo alimentos naturais, o seu consumo não é liberado. “Sabemos que, em excesso, alguns termogênicos podem levar à insônia, tonturas, dores de cabeça e até hipertensão”, explica a nutricionista Tarcila de Campos (SP).

4. Seu uso à noite não potencializa o efeito, aliás, nem é indicado: o ideal é consumi-los durante o dia.

5. Não pense que quanto mais, melhor. “Nenhum alimento faz ‘milagre’. Use-os como complemento da dieta para auxiliar no seu objetivo.

Revista VivaSaúde Ed. 126