assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Alho para prevenir o câncer de estômago

Publicado em 01 de Nov de 2014 por Clara Ribeiro | Comente!

Além de atuar na prevenção dos tumores de cólon, estômago e mama, o alho reduz em 44% o risco de câncer nos pulmões. Leia mais sobre esse precioso alimento



Texto: Karina Fusco / Foto: Fabrizio Pepe / Adaptação: Clara Ribeiro

Alho: muito mais que um tempero

Foto: Fabrizio Pepe

Este bulbo presente em larga escala no preparo da alimentação no Brasil e no mundo, é considerado um alimento funcional benéfico à manutenção da saúde, por isso, deve ser consumido diariamente. “Pertencente à família dos organos sulfurados, o alho possui propriedades antioxidantes, inibe o crescimento bacteriano e auxilia na prevenção do câncer e doenças cardiovasculares”, ressalta Giovana Lourenção.

Esses compostos organos sulfurados e os fenólicos, contidos no alimento, são os responsáveis pelo aroma e sabor característicos. Ele deve estar presente nos tradicionais arroz e feijão do cotidiano, além de agregar sabor como tempero em inúmeros pratos. Em relação ao combate ao câncer, de acordo com Solange Carniel, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, o alho reduz o risco de câncer de cólon, estômago e mama.

O INCA recomenda que o alimento, juntamente com azeite, cebola e salsa, sejam usados como tempero naturais nos pratos do dia a dia, possibilitando a redução da adição de sal e eliminando do cardápio os temperos industrializados. São essas pequenas mudanças capazes de tornar os pratos mais saudáveis.

Uma pesquisa do Centro de Controle e Prevenção de Doenças da Província de Jiangsu, na China, publicada no jornal Cancer Prevention Research, em 2013, mostrou que o consumo diário de alho diminuiem 44% o risco de câncer nos pulmões. A principal substância do produto no combate ao câncer é a alicina, liberada quando ele é cortado e com ação antioxidante, inibe os danos causados pelos radicais livres nas células, auxiliando, inclusive, a evitar mutações genéticas.

Modo de usar: “O recomendado é consumir um dente de alho por dia no cardápio”, cita a nutricionista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz. O ideal é que o alimento seja fresco. Para obter benefícios, é preciso consumi-lo na medida certa, pois em excesso pode causar má digestão e irritabilidade da mucosa gástrica.

Um anti-inflamatório de peso

Com propriedades anti-inflamatórias que combatem vários tipos de infecções e fortalecem o sistema imunológico, o alho tem ação comparada a do medicamento ibuprofeno, bastante usado no País no combate à febre e inflamações. Os benefícios do alimento não param por aí: ele também é apontado como antibiótico natural. Uma pesquisa de 2011 da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) mostrou que o alho tem ação semelhante a do antibiótico.

Coleção VivaSaúde Especial - Câncer