assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Berinjela para emagrecer

Publicado em 07 de Jul de 2015 por Marília Alencar | Comente!

A berinjela tem sido usada como auxiliar nas dietas de emagrecimento. Investigamos a verdade por trás desse superalimento



Texto Ivonete Lucirio/ Foto: Shutterstock / Adaptação: Marília Alencar

O vegetal reduz as taxas de colesterol e previne o diabetes
(Foto: Shutterstock)

Sua família, a solanácea, é controversa. Fazem parte dela vários vegetais venenosos, muitos com a cara da prima berinjela. Mas o fruto parece ter puxado aos outros parentes nutritivos como a batata e o tomate. A berinjela tem tudo para dar certo como novo alimento-chave para a saúde e para o emagrecimento. Ela age na redução da gordura total e na visceral, na redução das taxas de colesterol, no aumento do grau de saciedade. “Trata-se de um alimento funcional porque suas vitaminas e alcaloides auxiliam na redução da pressão arterial e na prevenção da aterosclerose”, diz a nutricionista Alline Cristina Schünke (SP).

A visão científica

Algumas ponderações devem ser feitas sobre os estudos que comprovam os efeitos positivos. Primeiro, estão muito mais focado sem extratos da berinjela, no qual as substâncias são mais concentradas, do que no consumo in natura. Segundo: a maior parte das pesquisas foi feita in vitro, ou seja, apenas em laboratório, sem testes em humanos. Parte delas comprova os efeitos benéficos, outras não demonstram grandes mudanças. Estudos realizados pela American Dietetic Association, por exemplo, relacionam o consumo do vegetal com a redução do colesterol.

Isso porque ela se liga às gorduras do trato intestinal, diminuindo sua absorção. Claro que não se trata de um milagre. Comer bacon no café da manhã, hambúrguer no almoço e pular o jantar, mas acrescentar uma porção de berinjela em uma das refeições não vai torná-lo mais magro ou saudável. Mas como parte de uma dieta de qualidade – sim – ela traz benefícios.

Vale a recomendação que os americanos tanto gostam de repetir para a maçã: uma unidade ao dia é o bastante para manter a saúde. Só que aqui é uma porção de berinjela por dia – cerca de um quarto do fruto grande – para garantir seus efeitos. O mais indicado é consumi-la grelhada, cozida ou assada. A fritura, além de aumentar o teor de calorias, agrega um fator nada recomendado: as gorduras saturadas, que atacam o coração.

Alto teor de fibras 

A berinjela é um vegetal que tem muita água, pouca proteína, é rica em fibras, sais minerais (cálcio, fósforo, potássio e magnésio), vitaminas (A, C, tiamina, riboflavina, niacina), além dos chamados compostos antocianinas. “São esses compostos que conferem à casca sua cor e características antioxidantes”, explica a nutricionista funcional Luciana Harfenist, membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional (CBNF).

A alta proporção de fibras da berinjela ajuda no emagrecimento, já que aumenta a saciedade, reduz a gordura abdominal e melhora o funcionamento do intestino. “As fibras insolúveis formam um tipo de gel no estômago, que ajuda a eliminar a gordura por meio das fezes”, completa Luciana. Mas não se iluda: não há indício de que ajude a queimar gorduras. 

Revista VivaSaúde/ Edição 135



COMENTE!