assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Conheça os tipos de pimenta que curam doenças

Publicado em 22 de Jun de 2015 por Leticia Maciel | Comente!

Conheça as propriedades doa vários tipos de pimenta que ajudam a regular a pressão arterial e aumentam a sensação de bem-estar


  • Ariddas: Naga jolokia

    É tida como a pimenta mais ardida do mundo e foi até para o livro dos recordes.

  • Red savina

    Bastante comum na Flórida, nos Estados Unidos, onde é usada no preparo de molhos para acompanhar pratos à base de frutos do mar. Sua ardência impede a coagulação do sangue, evita trombose e alivia a congestão nasal.

  • Caiena

    É bastante picante. Costuma ser usada na preparação de picles e molhos. É um bom auxiliar na regulação da pressão sanguínea.

  • Calabresa

    É bastante ardida e deixa os aperitivos mais saborosos. Alivia sintomas de enxaqueca e mata bactérias.

  • Cumari

    Picante e aromática, é usada principalmente em conservas, arroz e carnes brancas. A vermelha é bastante rara. Aumenta a produção de endorfinas, o que leva à

  • Jalapeña

    Originária do México, é consumida in natura ou em pó e molhos. É bem aromática e tem ardência média. Estimula a circulação do sangue no estômago, favorecendo a cicatrização de feridas e aumenta a resistência física.

  • Malagueta

    É uma das mais conhecidas no Brasil. É bastante ardida. Combate dores em geral e ajuda na digestão.

  • Doces: Biquinho

    É bastante cultivada em Minas Gerais e servida em conserva. A quantidade de capsaicina é bastante baixa, daí o sabor suave.

  • Cambuci

    Também conhecida como chapéu de frade, tem um sabor adocicado e mais suave do que o pimentão.

  • Pimentão

    A ardência é bastante baixa e seus benefícios são principalmente nutricionais.

A pimenta ajuda a combater o envelhecimento dos órgãos, queima calorias e ajuda no bom funcionamento do coração. Para saber mais benefícios da pimenta clique aqui

Texto: Ivonete Lucirio/ Fotos: Reprodução, Danilo Tanaka/ Adaptação: Letícia Maciel

Revista VivaSaúde Edição 102



COMENTE!