assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Feijão no combate ao diabetes gestacional

Publicado em 15 de Aug de 2015 por Marília Alencar | Comente!

Cada variedade de feijão tem um ponto forte: o preto ganha em ferro; o carioca, em cálcio; o branco, em zinco; o rajado, em proteínas; e o jalo, em magnésio. Mas, ambos são potentes no combate ao diabetes na gestação



Feijão no combate ao diabetes

(Foto: Shutterstock)

Preferência nacional, o feijão é um alimento nutricionalmente completo, sendo fonte de proteínas, ferro, cálcio, magnésio, zinco, vitaminas – principalmente do complexo B –, carboidratos e fibras. “Contém ainda fibras solúveis que se transformam em um gel, permanecendo mais tempo no estômago e dando maior sensação de saciedade”, afirma a nutricionista Angélica da Costa Matte, do Incor (SP). Ela explica que esse “gel” que mata a fome serve também para atrair as moléculas de gordura e de açúcar, as quais são posteriormente eliminadas pelas fezes, ajudando a reduzir os níveis de colesterol e glicemia do sangue. Por isso, o grão é um aliado de peso no combate ao diabetes gestacional.

A especialista esclarece, ainda, que as proteínas do feijão têm valor nutricional um pouco inferior aos apresentados pelas carnes, mas aí existe uma vantagem: “quando combinadas ao arroz, formam uma mistura de proteínas mais nutritiva”, afirma a especialista.

Graças aos seus carboidratos complexos e fibras, ele ajuda a equilibraras taxas de açúcar no sangue. Outra de suas virtudes é o baixo teor de gordura e sódio, o que faz dele ideal para hipertensos. Colabora também na prevenção e tratamento de distúrbios cardiovasculares, obesidade e câncer. “O feijão e a soja, por conter muitas fibras, ajudam na saciedade e diminuem o índice glicêmico das refeições. Além disso, o feijão é rico em ferro e atua na prevenção de anemia, que está associada ao aumento da prematuridade”, esclarece a nutróloga Priscila Panzarella, de Campinas (SP).

MODO DE USAR: uma a duas porções diárias são indicadas. Prefira consumir o grão, pois é nele que está localizada a fibra. Ele também pode ser alternado com outra leguminosa, como a lentilha.

Revista VivaSaúde/ Edição Especial Diabetes na Gestação 



COMENTE!