assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Limão ajuda na digestão e previne o câncer

Publicado em 30 de Jan de 2015 por Clara Ribeiro | Comente!

Esqueça aquela história que essa fruta pode provocar gastrite. Ela tem ação alcalinizante durante a digestão, além de estar vinculada à prevenção de câncer e à queima de gorduras



Texto: Leonardo Valle / Foto: Shutterstock / Adaptação: Clara Ribeiro

A casca do limão combate radicais livres que possam agredir o DNA e provocar câncer

Foto: Shutterstock

Acredite, ele não provoca gastrite

Na realidade, o consumo da fruta incentiva a produção de carbonato de potássio no organismo, resultando na neutralização da acidez. Isso significa que, apesar de o limão possuir ácido cítrico, acaba se comportando como um alcalinizante durante a digestão, não agredindo as mucosas do aparelho digestivo.

Ajuda na queima de calorias

A baixa quantidade de vitamina C no sangue está relacionada ao aumento da gordura corporal. Para completar, um estudo da Universidade do Arizona (EUA) sugeriu que os níveis de vitamina C no corpo ajudam na oxidação das gorduras, ou seja, estimulam a queima dos pneuzinhos como fonte de energia pelo organismo. Por esse motivo, é indicado o consumo da limonada imediatamente após a prática de exercícios físicos.

Previne o câncer

A casca do limão possui um composto químico oleoso chamado d-limoneno. Segundo especialistas, a substância seria capaz de proteger o ciclo de vida das células normais, prevenindo, assim, qualquer tipo de alteração ou reprodução anormal. Outro aspecto importante é que o limão possui ação antioxidante, combatendo os radicais livres em trânsito pelo organismo. Dessa forma, evita que os radicais agridam o DNA e provoquem alterações.

Amigo dos ossos e das articulações

Isso se deve à quantidade significativa de fósforo na fruta. O fósforo influencia a absorção do cálcio quando ambos se encontram no intestino. Após a absorção, o cálcio será depositado nos ossos, prevenindo a osteoporose e problemas nas articulações. Estima-se que é necessária a proporção de uma quantidade de fósforo para duas de cálcio para que a absorção do segundo mineral seja eficiente.

Fortalece a imunidade

A vitamina C participa da produção de linfócitos e glóbulos brancos, ajudando a multiplicar as defesas naturais do organismo. Com os anticorpos fortalecidos, a chance de aqueles microrganismos causadores de doenças conseguirem se instalar é menor. É por esse motivo que o limão é geralmente associado à prevenção de gripes e resfriados.

Cuidados no caso de lesões bucais

No caso de aftas ou microlesões, a vitamina C do limão estimula a entrada de fibroblastos nas células, sendo essencial para a formação do colágeno, uma proteína presente em todos os tecidos da pele que garante sua firmeza e elasticidade.

Não é um alimento do tipo constipante

Na realidade, o limão possui fibras para dar, vender e distribuir. A parte branca entre a casca e a polpa, por exemplo, é rica em pectina. Essa fibra solúvel se transforma em uma espécie de gel quando consumida com água, ajudando a eliminar gorduras e toxinas por meio das fezes. Para completar, seu bagaço é rico em celulose, fibra insolúvel que aumenta o peso do bolo fecal e acelera o trânsito intestinal.

Revista VivaSaúde - Edição 138



COMENTE!