assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Não é brincadeira: asma mata seis pessoas por dia no Brasil

Publicado em 14 de Aug de 2018 por Redação | Comente!

Dados da Iniciativa Global Contra a Asma (GINA), apontam que, atualmente, 300 milhões de pessoas convivam com esse problema respiratório. Saiba mais



Por Murilo Toretta* | Foto Shutterstock

Uma das doenças pulmonares mais comuns e que costuma aparecer já nos primeiros cinco anos de vida é a asma. Dados da Iniciativa Global Contra a Asma (GINA), apontam que, atualmente, 300 milhões de pessoas convivam com esse problema respiratório, sendo que, do total, 20 milhões estão no Brasil.


A partir desse grande número, outro estudo feito pelo DATASUS estima que seis pacientes com asma grave morram por dia. Para o médico pneumologista, professor adjunto da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) e consultor da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) Roberto Stirbulov, é fundamental que o problema seja diagnosticado o quanto antes, pois se ele chegar em um estado mais grave, pode ser impossível de voltar atrás. 

“Ao todo, 93% dos hospitalizados e internados por meio da asma grave acabam falecendo. Por esse motivo, é necessário investir desde cedo na prevenção e nos cuidados com a saúde respiratória, que começa com a melhora da qualidade de vida e na urgência do controle da asma”, destaca o especialista.


* Murilo Toretta participou do Congresso Brasileiro de Pneumologia a convite da GSK. Informações complementares cedidas por Oliver Nascimento, gerente médico e pneumologista da farmacêutica.

 



COMENTE!