assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

15 dicas para a dieta dar certo

Publicado em 11 de May de 2013 por Ana Paula Ferreira | Comente!

Se você mantêm uma dieta de restrição de alimentos, fique sempre atento. É importante existir um equilíbrio e variedade de pratos. Confira 15 dicas para sua dieta dar certo



Texto: Revista VivaSaúde especial Metabolismo / Foto: Danilo Tanaka / Adaptação: Ana Paula Ferreira

Sempre que possível, inicie sua refeição com saladas. Elas ajudam a diminuir o apetite, pois

saciam mais fácil. Foto: Danilo Tanaka

Quem faz dieta de restrição deve estar sempre atento: a ideia é alimentar-se bem, com uma variedade de pratos. Mas é preciso fugir das armadilhas. Quando chegar à noite, vale a pena reservar alguns minutos para pensar no cardápio do dia seguinte.

Confira abaixo 15 dicas para sua dieta dar certo. Elas servirão de lembrete para que você não se alimente mal e continue sem problemas com o seu programa de perda de peso:

1. Pre?ra os carboidratos não re?nados ou integrais, que têm baixo índice glicêmico e não interferem tanto no metabolismo da insulina. Exemplos: arroz, cereais e pão integrais, massa al dente e frutas com casca.

2. Inclua na dieta carnes magras (branca ou vermelha), peixes e laticínios com pouca gordura, como leite desnatado e queijo branco. Eles têm proteínas e menos calorias.

3. Pre?ra as gorduras de boa qualidade, como as de origem vegetal (não saturadas), a exemplo dos óleos de oliva ou canola, frutas oleaginosas (nozes, amêndoas, castanhas) e também as gorduras dos peixes de água fria (ômega-3). Evite as gorduras saturadas, de origem animal, que estão presentes nas frituras, carnes gordurosas, bacon, maionese, manteiga e laticínios integrais ou queijos gordos, como provolone. Esse tipo de gordura é prejudicial à saúde, pois aumenta os índices de colesterol.

4. Tente nunca ?car mais de três horas sem comer, por isso, procure ter sempre à mão alguma coisa para beliscar. Barrinhas de cereal, castanha do Brasil e damascos são boas opções para o lanche. Isso impede que o organismo ?que sem energia e passe a consumir massa muscular.

6. Nunca “pule” o café da manhã. Tenha sempre na geladeira iogurtes, que são práticos para você carregar e ir tomando a caminho do trabalho.

7. Nunca faça atividade física sem antes se alimentar. Coma pelo menos 10 minutos antes uma fruta ou biscoitos, de preferência integrais.

8. Tome bastante água. O organismo costuma confundir a sensação de sede com a de fome.

9. Sempre que possível, inicie sua refeição com saladas. Elas são ricas em ?bras e ajudam a diminuir o apetite, pois saciam mais fácil.

10. Pre?ra os alimentos cozidos, assados e grelhados e evite frituras. Por exemplo: em vez de fritar um bife, experimente empaná-lo e assar em forno quente. Também fuja dos molhos gordurosos como, por exemplo, os brancos.

11. Mesmo depois de atingido o peso adequado, é imprescindível continuar praticando hábitos saudáveis e manter a alimentação. É ilusão pensar que o problema é só perder peso. Se voltarmos aos hábitos antigos, o peso perdido retornará.

12. O ideal é não abusar em nenhuma refeição, mas caso isso aconteça, volte a seguir o plano alimentar normalmente na refeição seguinte. Nada de comer menos que o padrão ou ?car sem comer um dia depois, pois isso desajusta o metabolismo. Uma dica para quem abusou é praticar exercícios físicos, para “queimar” as calorias extras do abuso.

13. Cuidado com as bebidas alcoólicas: elas têm alto teor calórico. E normalmente o seu consumo está associado a petiscos como amendoins e frituras, também repletos de calorias. Além disso, esses petiscos contêm muito sal, o que aumenta a vontade de ingerir bebida alcoólica.

14. Evite comer doces. O ideal para não cair em tentação é evitar longos períodos em jejum. A?nal, é muito mais fácil recusar as tentações se a gente não está com fome. Outra dica é a prática regular de atividade física, que costuma dar sensação de prazer e você não precisará se compensar comendo doces.

15. Se você está morrendo de vontade de comer doces, experimente alternativas menos calóricas, como picolé de fruta sem leite, sorvete light, doces caseiros, chocolate meio amargo — mas tudo em quantidades moderadas.

 

Revista VivaSaúde especial Metabolismo



COMENTE!