assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Aveia no combate ao diabetes gestacional

Publicado em 12 de Aug de 2015 por Marília Alencar | Comente!

Aveia, fibra poderosa. Os cereais integrais, além das vitaminas do complexo B, contêm biotina, fonte de fibras alimentares e antioxidantes



Texto Karina Fusco e Cristina Nabuco / Foto: Shutterstock 

Aveia

(Foto: Shutterstock)

Os cereais integrais, de modo geral, são grandes amigos da manutenção da boa saúde e a aveia é uma das estrelas desta categoria. Porém, seu consumo ainda é relativamente baixo. Comparada aos demais cereais, ela ocupa o sétimo lugar em área de cultivo e em produção no mundo, de acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). A produção mundial desse grão é de 50 milhões de toneladas por ano. Cerca de 78% desse total é destinado à alimentação de animais e apenas 18% ao consumo humano.

Rica em vitaminas do complexo B, vitamina E, ferro, magnésio, zinco, cobre e manganês, a aveia deveria fazer parte da dieta humana com mais frequência devido às vantagens que pode oferecer à saúde.

O cereal ajuda a reduzir os índices de colesterol, protegendo contra as doenças cardíacas, auxilia no trânsito intestinal, diminui a vontade de comer doce e causa maior saciedade, ou seja, há motivos de sobra para incluí-lo na dieta de combate ao diabetes gestacional.

A médica nutróloga Priscila Panzarella (Campinas – SP), ressalta que a aveia também deve fazer parte da alimentação diária da gestante porque contém proteínas e vitamina B6, que é relacionada à melhora da vitalidade do bebê ao nascer. “É um alimento excelente”, reforça.

A nutricionista Daniela Fagioli-Masson, consultora da Associação Brasileira de Nutrição (Asbran), lembra mais um motivo para consumir o cereal: a gestante necessita de ácido fólico, que é uma vitamina essencial para o desenvolvimento do tubo neural do bebê, principalmente, durante o primeiro trimestre de gestação. Essa vitamina é encontrada, por exemplo, na farinha de aveia e em vegetais de folhas escuras”, afirma.

MODO DE USAR: duas colheres de sopa de aveia é o mínimo que se deve consumir diariamente. “Quatro colheres de sopa equivalem a duas fatias de pão integral”, exemplifica a nutricionista Angélica da Costa Matte, do Incor (SP).

VERSATILIDADE É UM PONTO ALTO

Para que a aveia favoreça o funcionamento regular do intestino, algo que não é fácil durante a gestação, ela precisa ser consumida diariamente. O que se torna fácil devido a sua versatilidade para inúmeras preparações. São muitas possibilidades de aproveitar o poder de suas fibras solúveis. Encontrado em farelo, farinha e flocos finos ou grossos, o cereal pode já estar presente ou ser incluído em pães, bolos, mingaus, saladas de frutas, sopas, vitaminas e até mesmo bolachas, barrinhas e na granola.

Revista VivaSaúde/ Edição Especial Diabetes Na Gestação



COMENTE!