assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Chás para todos os gostos

Publicado em 02 de Apr de 2013 por Ana Paula Ferreira | Comente!

São tantos os benefícios e opções de chás que não seria uma má ideia adotar a prática inglesa com hora marcada para se deliciar



Texto: Ivonete Lucirio / Foto: Danilo Tanaka / Adaptação: Ana Paula Ferreira

No caso de melhorar alguma questão de saúde, o chá deve ser tomado de 30 a 120 dias,pelo

menos três vezes ao dia. Foto: Danilo Tanaka

Se você tomar a palavra ao pé da letra, tem pouco chá disponível por aí. No sentido estrito da palavra, chá é só o que se origina das folhas da planta Camellia sinensis (que inicialmente recebeu o nome de Thea sinensis), mais conhecida como chá-preto, mas que também dá origem ao chá-branco e ao chá-verde . Todas essas bebidas são originárias do mesmo vegetal. “A coleta em momentos diferentes e o tipo de secagem das folhas fazem a diferença entre elas”, explica o infectologista especializado em ?toterapia Alexandre Botsaris, autor do livro Medicina ecológica (Nova Era).
“Se o objetivo for melhorar alguma questão de saúde, o chá deve ser tomado por 30 a 120 dias, pelo menos três vezes ao dia”, aconselha o ?toterapeuta André Resende, de São Paulo, autor do livro O poder das ervas – vida natural (Ibrasa).

Chás que você deveria tomar:

Preto
O tipo de fermentação à qual ele é submetido proporciona o aparecimento da teaflavinas, substâncias adstringentes que protegem a mucosa digestiva. “Acredita-se que ele tenha se popularizado porque, graças a sua adstringência, protegia as pessoas das epidemias de cólera e diarreia, tão comuns no passado”, conta AlexandreBotsaris.

Verde
“As teaflavinas garantem um potente efeito antiestresse, sendo um relaxante não sedativo”, explica Vanderli Marchiori. Tem também ação antibacteriana, que ajuda a evitar as cáries. Há estudos mostrando que fitoquímicos presentes nas folhas – e, portanto, no chá – podem desacelerar o crescimento de tumores, principalmente de mama. Melhora a digestão e, por acelerar o metabolismo basal, pode auxiliar na perda de peso.

Camomila

Nossas avós já sabiam que se trata de um santo remédio e as pesquisas o confirmam. Um estudo realizado no Imperial College London, na Inglaterra, demonstrou que o chá pode aliviar os sintomas de vários tipos de mal-estar que atingem o corpo. Os pesquisadores avaliaram a urina de 14 voluntários que beberam cinco xícaras de chá por dia por duas semanas consecutivas. Eles encontraram na urina compostos conhecidos como fenólicos e glicina. O primeiro melhora o sistema imunológico e pode ajudar, por exemplo, no caso de gripes. O segundo é um aminoácido que diminui espasmos musculares como os das cólicas menstruais.

Os chás ajudam na prevenção do aparecimentos de rugas, na

aceleração do metabolismo e até a "afinar o sangue".

Foto: Danilo Tanaka.

Mate
Também tem propriedades antioxidantes importantes, desacelerando o envelhecimento”, diz André Resende. Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro ajudou a comprovar isso. O efeito da erva foi estudado no organismo de três grupos de camundongos por dez meses, desde filhotes até se tornarem idosos. Eles foram divididos em três grupos. O primeiro tomou o chá natural, o segundo uma versão diet, e o terceiro apenas água. Esse último grupo foi o que se deu mal: ao final do experimento, os genes ligados ao envelhecimento estavam muito mais ativos do que nos outros grupos.

Folha de oliveira
Os benefícios do azeite já são decantados tanto para a culinária quanto para a saúde. Mas é possível tirar proveito dessa planta também usando suas folhas para fazer chá. “Ela contém 17 aminoácidos que ajudam a formar as proteínas, além de auxiliar no controle da pressão arterial”, diz André Resende.

Cevada
Não, não se trata de cerveja. O chá de cevada é muito comum na China e no Japão e algumas marcas, principalmente importadas, podem ser encontradas no Brasil também. Seu consumo “afina o sangue”, como se costumava dizer. Ou seja, torna o sangue mais fluído, prevenindo a formação de coágulos que poderiam gerar doenças mais graves, como trombose e acidente vascular cerebral.

Flor de hibisco
Além de ajudar no bom funcionamento intestinal, é extremamente indicado naqueles dias em que você quer cair de boca em um bolo de chocolate. “Esse chá ajuda a controlar a compulsão por doces e, assim, auxilia também na perda de peso”, diz André Resende.



COMENTE!