assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Saiba como melhorar a sua alimentação

Publicado em 31 de Oct de 2013 por Leticia Maciel | Comente!

Aprenda algumas dicas com especialistas na área da nutrição para turbinar sua alimentação e prevenir doenças



Texto: Carol Nogueira/ Foto: Shutterstock/ Adaptação: Letícia Maciel

Consuma entre 20 e 25g de fibras por dia, encontradas em verduras, frutas,
legumes e cereais integrais
Foto: Shutterstock

“Uma alimentação correta pode evitar o aparecimento de diversas doenças. Para isso faça várias refeições ao dia, coma em intervalos regulares, mastigue devagar, consuma doces com moderação, evite gorduras em excesso, principalmente as de origem animal, e ingira uma quantidade adequada de líquidos e fibras.” André Siqueira Matheus, gastroenterologista e pesquisador da USP.

Coma o que tiver vontade. Se quiser brigadeiro, pode ser que precise aumentar a captação de serotonina, o neurotrasmissor responsável pela sensação de bem-estar. Se o desejo é comer batatas fritas, pode ser baixa concentração de zinco e tripofano no organismo, que desencadeia um desequilíbrio de insulina e desperta o apetite por carboidratos." Fernanda Machado Soares, nutricionista membro da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN).

"Procure fazer do momento da refeição exclusivo, ou seja, evite se alimentar enquanto exerce outra atividade, por exemplo, na frente da televisão ou do computador. Esta atitude é essencial para quem quer ter saúde e não sofrer problemas gástricos." José Carlos Pareja, professor doutor da Unicamp.

"As mulheres devem evitar ao máximo o álcool, extremamente nocivo a elas que têm menor resistência às doenças do fígado. Por exemplo, aquelas na faixa entre 40 e 50 anos são as que apresentam maior risco de cálculo biliar, as pedras na vesícula." Eduardo Saad, cardiologista do Instituto Nacional de Cardiologia (INC).

"Consuma entre 20 e 25g de fibras por dia, encontradas em verduras, frutas, legumes e cereais integrais. Tal hábito ajuda a manter o sistema digestório em bom funcionamento e ainda a evitar o câncer de intestino." Antonio Herbert Lancha Junior, nutricionista do Laboratório de Nutrição e Metabolismo da USP.

 

Revista VivaSaúde Edição 77