assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Sucoterapia no combate de doenças

Publicado em 17 de Apr de 2013 por Leticia Maciel | Comente!

Tire o proveito de frutas e vegetais que tratam alergias, dor de cabeça e até acne com sucos saudaveis. De quebra, eles ajudam a perder peso, confira!



Texto: Rita Trevisan/ Fotos: Danilo Tanaka/ Adaptação: Letícia Maciel

A combinação de frutas e vegetais na preparação de sucos podem prevenir e combater doenças
além de ajudar na perda de peso. Foto: Shutterstock.

O que uma maçã docinha, uma goiaba suculenta e um melão cheinho de caldo têm em comum, além da sensação agradável que proporciona ao paladar, logo na primeira mordida? “Os vegetais, em geral, são ricos em vitaminas, minerais, fibras e substâncias que chamamos de compostos bioativos, que ajudam o organismo a se manter em equilíbrio, minimizando o risco de problemas de saúde, incluindo as doenças crônicas não transmissíveis, como o colesterol alto, o diabetes tipo 2 e a hipertensão”, afirma a nutricionista Mariana Corrêa de Almeida, do Laboratório Panizza. Porém, tanto quanto no tratamento com medicamentos convencionais, a terapia à base de vegetais precisa ser levada a sério. É importante destacar que a ingestão des-ses alimentos deve ser habitual para que se tenha sucesso na prevenção ou tratamento de doenças. Eles precisam ser incorporados à alimentação rotineira, e uma forma de fazer isso é consumi- los em forma de sucos.

 

Os sucos que reúnem mais de uma fruta, verdura ou legume em sua composição, são uma alternativa para quem não tem tempo de fazer várias refeições ao dia ou tem dificuldade de colocar esses alimentos no prato, respeitando a dose recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é de cinco porções. Quando o consumo dos sucos vira uma constante, fica fácil, fácil zerar essa necessidade diária. Para aproveitar só os benefícios das frutas, verduras e legumes, o cuidado com a procedência deles é fundamental. Se puder, fique com os orgânicos, vendidos por empresas certificadas, em que você confie. “Esses vegetais são cultivados sem agrotóxicos, e, por isso são ricos em nutrientes, compostos bioativos e têm sabor mais acentuado e agradável”, garante Mariana.

 

 

Na hora de preparar o suco, tanto faz usar um
liquidificador ou uma centrífuga O importante
mesmo é cinsumi-lo logo após o preparo.
Foto: Danilo Tanaka.

Como preparar

Na hora de preparar o suco, tanto faz usar um liquidificador ou uma centrífuga. O importante mesmo é consumi-lo logo após o preparo. “Assim, a perda de nutrientes é mínima”, diz a nutricionista Paula Gandin. E não coe os sucos. As fibras vão melhorar o trânsito intestinal, o que favorece a eliminação de toxinas mais rapidamente, beneficiando a saúde em geral. Além disso, as fibras aumentam a sensação de saciedade, o que é bom para quem quer evitar beliscar nos intervalos entre as refeições, pois tem o objetivo de perder peso”, diz. Sementes, em geral, devem ser descartadas. “Elas podem deixar o suco com um gosto amargo como os da laranja, da mexerica, entre outros.

Ingredientes chave aguçam o sabor

Para proporcionar uma experiência cada vez mais agradável ao paladar e evitar que o gosto dos sucos, consumidos rotineiramente, chegue a enjoar, a melhor pedida é investir em alguns ingredientes-chave, que modificam o sabor e o aroma, sem interferir nas propriedades funcionais da bebida. “A hortelã, a cidreira ou capim limão e a flor de hibisco são exemplos de ervas que podem ser adicionadas aos sucos”, indica a nutricionista Paula Gandin. Canela, cravo e raspas de limão também ajudam a alterar o sabor, aguçando o paladar. Para adoçar, em vez do mel, também vale o açúcar mascavo. “Com o tempo, procure adoçar cada vez menos, para descobrir o sabor natural dos alimentos e de suas combinações. Essa exploração sensorial também pode ser muito agradável”, garante a especialista.



COMENTE!