assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Verdadeiro e falso sobre a berinjela

Publicado em 24 de Apr de 2013 por Ana Paula Ferreira | Comente!

Seu suco é um aliado para quem tem altos níveis de colesterol e sua farinha não parece reduzir o peso. Conheça os mitos e verdades sobre a berinjela



Texto: Marcela Carlini / Foto: Revista VivaSaúde / Adaptação: Ana Paula Ferreira

A berinjela crua contém quantidade signi?cativa de solanina, uma substância que pode

provocar graves distúrbios intestinais. Por isso, ela não deve ser consumida crua.

Foto: Shutterstock

Saiba quais são as verdades e mentiras sobre a berinjela, vegetal que traz diversos benefícios à saúde:

Seu suco é capaz de reduzir o colesterol

Verdadeiro. O suco extraído é capaz de diminuir a absorção do colesterol total no intestino, quando algum produto de origem animal for ingerido durante as refeições. Entretanto, com relação à Lipoproteína de Baixa Densidade (LDL), conhecida como colesterol ruim, o suco não oferece o mesmo efeito. Vale lembrar que o LDL é apenas uma espécie de “carregador” do colesterol, que, quando em excesso, se deposita nas artérias e causa vários problemas circulatórios.

 

Sua farinha provoca a redução de peso

Falso. A farinha é obtida pela desidratação da berinjela, garantindo assim a concentração de todos os nutrientes e minerais. A berinjela desidratada em pó cria uma sensação de saciedade, o que favorece a menor ingestão de alimentos. No entanto, quem quer emagrecer com saúde não pode ter uma dieta à base de farinha de berinjela e de qualquer outra (tendo em vista que não existe um alimento milagroso). Quem faz alguma dieta se bene?ciando de apenas um alimento está cometendo um grande erro e pode causar danos à sua saúde. Uma dieta saudável se faz com variedade de alimentos e, de preferência, com o acompanhamento de um nutricionista ou nutrólogo.

 

Não pode ser consumida crua

Verdadeiro. A berinjela crua contém quantidade signi?cativa de solanina, uma substância que pode provocar graves distúrbios intestinais. Mas esse perigo desaparece rapidamente por meio do cozimento. Caso decida por assar a berinjela, ocorrerá a desidratação parcial do vegetal, o que não acrescentará calorias à sua dieta, já que 100 g representam 20 kcal. No caso da fritura, em que o óleo é incorporado nesse legume, ocorre uma adição signi?cativa de calorias: 100 g do alimento fornecerá 220 kcal.

 

Deve ser deixada de molho antes do preparo

Verdadeiro. Quando entra em contato com o ar, a berinjela escurece rapidamente. Para evitar esse processo, recomenda-se utilizar faca inoxidável para cortá-la e deixá-la de molho em água e vinagre enquanto não for preparada. Também é necessário ?car atento ao escolher a berinjela; opte sempre pelas mais escuras, ?rmes e brilhantes.

 

Pessoas com gastrite não devem consumi-la frita

Verdadeiro. Quem tem gastrite deve sempre evitar frituras e preparações muito temperadas, pois nessas condições o estômago sofre muitas irritações, agravando assim os sintomas e di?cultando o tratamento da doença. O que acontece é que muitas das receitas feitas com berinjela utilizam fritura no preparo, em razão disso é bom evitar.

 

Traz benefícios para quem tem reumatismo

Falso. Existem relatos que associam a berinjela ao tratamento de reumatismo e gota. Acredita-se que ela ajuda a reduzir a concentração de ácido úrico no organismo, que, em excesso no sangue, se acumula em forma de cristal e gera dores nas articulações. Embora muitos admitam esse benefício, não há estudos que comprovem sua indicação para essa ?nalidade.


 



COMENTE!