Revista Viva Saúde  
alguns ciencia comer dicas dor editorial existe nutrição saude tratamento
 
 
Edição 119 | EXPEDIENTE
Pais e filhos / Home

Ser mãe
  Amamentação: mitos e verdades
Tiramos dúvidas sobre o aleitamento materno, que faz muito bem para saúde do bebê e da mamãe também

Por Nathalie Ayres

Não basta ser mãe, tem de amamentar. E hoje sabemos que essa é uma das melhores atitudes para a saúde do bebê. "O leite materno é feito sob medida para a criança. Ele tem todos os nutrientes e os anticorpos que previnem diarreias, pneumonias, otites, infecções comuns, etc.", ensina Silvia Herrera, ginecologista e coordenadora de medicina fetal do SalomãoZoppi Diagnósticos (SP). Mas é normal que surjam dúvidas sobre o assunto, afi nal existem vários mitos circulando através do boca a boca por aí. Veja o que é verdadeiro e falso sobre o tema:

1. Amamentar faz bem para a saúde da mãe
VERDADEIRO

Dar de mamar traz uma série de benefícios para a mulher. "Quem amamenta tem redução de risco de câncer em 5% a cada ano de aleitamento", revela o mastologista Anastasio Berrettini, presidente da Comissão de Aleitamento Materno da Sociedade Brasileira de Mastologia (SP). Além disso, colabora para o emagrecimento e ainda tem efeito anticoncepcional na lactante, devido ao efeito da prolactina, hormônio liberado nessa fase que atua na produção do leite.

2. Plásticas nos seios podem impedir a amamentação
FALSO

Hoje em dia tanto a redução das mamas quanto o aumento com o uso de silicone são procedimentos feitos com cuidado para não danificar as estruturas mamárias e prejudicar um futuro aleitamento materno. A perda só ocorre em casos mais graves de intervenção: "Já as cirurgias radicais, principalmente devidas ao câncer de mama, usualmente impedem a amamentação pela falta de tecido mamário", explica o pediatra Sylvio Renan Monteiro de Barros, da MBA Pediatria (SP).

3. A alimentação da mãe influencia na qualidade do leite
VERDADEIRO
Quanto mais saudável o cardápio da mulher, mais nutrientes ela irá transmitir ao bebê através do leite. Porém, uma mãe mal nutrida não tem prejuízos em seu leite, mas pode trazê-los para si mesma. "Na falta de determinado composto, o organismo o retira de qualquer lugar onde ele esteja estocado. Por exemplo, mães mal nutridas podem apresentar osteoporose devido ao fato de seu organismo retirar o cálcio necessário para o bebê de seu sistema ósseo", descreve Barros. É importante que a lactante ingira muitos líquidos, pois a água é essencial para formação do leite. Mas nada de álcool, que pode fazer mal à criança.

Como o leite chega até o bebê

1. As mamas são formadas por tecido adiposo e alvéolos, esses últimos produzem e armazenam o leite

2. O leite é encaminhado para o bico do seio através de ductos, que começam pequenos, e vão se unindo até formar um maior

3. Quando o bebê suga o seio, a pressão faz com que o leite saia dos alvéolos e passe por esses ductos

4. Amamentar pode causar dor
DEPENDE

Algumas mulheres apresentam mais incômodos nesse momento do que outras. O desconforto pode ter diversas causas. "A dor no mamilo é comum quando a pega está errada, o bebê precisa abocanhar toda a aréola e não só o mamilo", esclarece Silvia. Retirar a criança do peito também pode machucar. A dica da especialista é colocar a ponta do dedo mínimo na boca dela, para não causar mal-estares.

5. Mamadeiras e chupetas podem atrapalhar o aleitamento
VERDADEIRO

Sugar o leite direto do seio da mãe requer mais força do que usar uma mamadeira ou chupar uma chupeta. "Essa diferença pode levar ao abandono do aleitamento materno", frisa Barros. Por isso, se a mãe sair da licença maternidade e retirar seu próprio leite para a criança tomar enquanto ela está fora, ele deve ser dado de colher ou xícara. Além disso, o uso desses dois itens pode trazer problemas fonoaudiológicos e odontológicos para a criança no futuro, se forem usados por muito tempo.

6. A criança deve mamar apenas em um seio de cada vez
FALSO

O ideal é que o bebê sugue os dois seios a cada mamada, um de cada vez, até ficar satisfeito, iniciando pela mama mais cheia, como ressalta Berrettini. Na próxima vez, sempre dar primeiro o peito em que ele mamou por último. Se sobrar um pouco de leite, é importante que a mãe o retire (um processo chamado ordenha), manualmente ao apertar as mamas ou com uso de aparelhos. "Senão ele empedra, o que, depois de algumas horas, pode causar inchaço e infecção nos seios", alerta o mastologista.

 

Acabou de chegar

 

Ordenha prática
Para retirar com facilidade o leite que sobra no seio, a Phillips tem a linha AVENT com dois tipos de extratores: o manual e o elétrico. O último memoriza seu ritmo pessoal de retirada. À venda por R$ 199 (manual) e R$ 499 (elétrico)

 

 

Anatômica
Ao amamentar podem se formar alguns caroços nas mamas, que se desmancham com uso de bolsa térmica. E a Mercur tem um modelo feito exatamente para os seios, ajudando na aplicação uniforme. À venda por R$ 33

 

 

 

Proteção e discrição
Muitas vezes o leite é produzido em excesso, e pode vazar e manchar a roupa. Para evitar constrangimentos, a Johnson's tem absorventes para os seios, que devem ser colocados dentro do sutiã. À venda por R$ 14,90

 

 





 
Viva Saúde :: 21/02/13
Chás que você deveria tomar todos os dias
 
Viva Saúde :: 20/02/13
Bye, bye, alface
 
Viva Saúde :: 20/02/13
O desafio do autismo
 

 
Viva Saúde :: Clínica Geral :: ed 79 - 2009
25 exames que seu médico deveria pedir


Viva Saúde :: Nutrição :: ed 70 - 2009
9 formas eficazes de acelerar o metabolismo


Viva Saúde :: Nutrição :: ed 78 - 2009
Alimentos que fazem a tireoide trabalhar mais (e você perder peso)


 










As novidades da Viva Saúde em primeira mão!





 


Faça já a sua assinatura!

Corpo a Corpo

A revista completa de beleza

Assine por 1 ano
10x de R$ 9,48
Assine!
Outras ofertas!

Dieta Já!
Conquiste o corpo que semprequis.

Assine por 1 ano
9x de R$ 9,20
Assine!
Outras ofertas!

Molde & Cia

Exclusiva como você.

Assine por 1 ano
11x de R$ 9,27
Assine!
Outras ofertas!

Viva Saúde

Pra viver mais e melhor

Assine por 1 ano
10x de R$ 9,48
Assine!
Outras ofertas!
 

Bye, bye, alface
Consumir salada no dia a dia é difícil? A dica é estimular seu paladar com diferentes tipos de folhas e molhos

As mentiras que as mulheres contam (aos médicos)
"Conte-me tudo, não me esconda nada". Essa é a súplica dos profissionais da saúde às pacientes



clínica geral
nutrição
família
viver bem
guia
nesta edição

  ContentStuff - Sistema de Gerenciamento de Conteúdo - CMS